CHAMADO DIVINO FEITO A TODA HUMANIDADE NAS APARIÇÕES DE JACAREÍ-SP-BRASIL

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Quanto é enorme o crime do padre que celebra em estado de pecado mortal por Santo Afonso de Ligório

"Quanto é enorme o crime do padre que celebra em estado de pecado mortal

Que faz então o padre que celebra, em pecado mortal? 

Acaso honra ele a Deus? 

Ai, muito ao contrário! 

Comete contra ele o maior ultraje de que é capaz; despreza-o na sua própria pessoa, porque pelo sacrilégio parece fazer quanto de si depende para manchar o Cordeiro imaculado, que oferece sob as espécies sacramentais! Eis o que diz o Senhor: 

Escutai, ó sacerdotes que desprezais o meu nome... Ofereceis sobre o meu altar um pão manchado e dizeis: Em que é que te desonramos?

S. Jerônimo comenta assim esta passagem: 

Manchamos o pão, isto é, o corpo de Cristo, quando nos aproximamos indignamente do altar.

Não podia Deus elevar um homem a uma dignidade mais sublime, que à dignidade sacerdotal. Que escolha teve de fazer o Senhor para formar um padre! 

Primeiro, teve de escolhê-lo na multidão inumerável das criaturas possíveis; depois teve de separá-lo de tantos milhões de pagãos e hereges; e por último teve de tirá-lo do meio de tantos simples fiéis. 

Depois disto, que poder lhe não foi dado! Se Deus tivesse concedido a um só homem o poder de fazer descer à terra por suas palavras o próprio Jesus Cristo, quanto não estaria obrigado para com o Senhor esse homem tão privilegiado, e quantas ações de graças não teria de lhe render! Pois bem, esse poder concede-o Deus a cada um dos padres. 

Nada importa que o mesmo poder tenha sido confiado a muitos: o número dos padres, nem apouca a sua dignidade, nem diminui as suas obrigações. 

Mas, grande Deus! Que faz um padre que ousa celebrar com o pecado na sua alma? 

Desonra-nos, despreza-vos, declarando por isso mesmo que este sacrifício não é tão digno dos nossos respeitos, que devamos temer profaná-lo por um sacrilégio! Aproximar-se alguém do altar, sem o respeito que lhe é devido, diz S. Cirilo de Alexandria, é mostrar que o julga digno de desprezo." 

( Principalmente se este ultraje vem de um padre!)

SANTO AFONSO DE LIGÓRIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário